New shop levitra australia online viagradirect.net with a lot of generic and brand drugs with cheap price and fast delivery.

Microsoft word - aula12 exemplos de programas com estruturas de repetiÇÃo.doc

EXEMPLOS DE PROGRAMAS COM ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO
Exemplo 1
Criar um programa em fluxograma convencional e Linguagem C que realiza a soma dos 100
primeiros números inteiros positivos.
Solução:
O problema dado resume-se à expressão:
Para que o programa computacional seja eficiente e para que não seja necessário escrever um código onde os números inteiros sejam digitados um a um, é necessário apresentarmos o operador matemático chamado somatório, representado pela letra grega Σ (sigma maiúsculo): S = 1 + 2 + 3 + 4 + K +100 = ∑i onde a variável i assume valores de 1 a 100, ou seja, i = 1, 2, 3, ., 100, e os valores que
deverão ser somados são os mesmos valores que a variável i assumirá durante o processo do
operador somatório, por esta razão a expressão matemática que gera os valores que serão
somados é somente i.

Sendo conhecida a expressão geral, na forma de somatório, do problema em questão é
possível então criar o programa sem digitar os números inteiros positivos, ou seja, o próprio
programa os gerará.
#include<stdio.h>
int i,S;
for (i=1;i<=100;i++)
system("PAUSE");
return 0;
S=5050 Pressione qualquer tecla para continuar. 12a AULA EXEMPLOS DE PROGRAMAS COM ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO Exemplo 2
Criar um programa em fluxograma convencional e Linguagem C que realiza a soma dos 100
primeiros números pares.
Solução:
A solução do problema resume-se à expressão:
Devemos criar a expressão geral na forma de um somatório para o problema. Assim teremos: S = 2 + 4 + 6 + 8 + K + 200 = ∑ 2i Basta observar que S= 2*1 + 2*2 + 2*3 + 2*4+ . +2*100
e i = 1, 2, 3, ., 100

Sendo conhecida expressão geral do problema em questão, na forma de somatório, é possível
criar o programa sem a necessidade de digitar os números pares, da mesma forma que foi
realizado no exemplo 1.
#include<stdio.h>
int i,S;
for (i=1;i<=100;i++)
system("PAUSE");
return 0;
S=10100 Pressione qualquer tecla para continuar.
Exemplo 3
Criar um programa em fluxograma convencional e Linguagem C que realiza a soma dos 100
primeiros números ímpares.
Solução;
O problema dado resume-se à expressão:
S = 1 + 3 + 5 + 7 + K +199 = ∑ (2i − ) Basta observar que os “vizinhos” de um número par serão ímpares, o acima e o abaixo. Sendo
2i um par, os seus vizinhos serão (2i -1) e (2i +1). Neste exercício usaremos (2i -1), pois
i = 1, 2, 3, ., 100 .
12a AULA - EXEMPLOS DE PROGRAMAS COM ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO #include<stdio.h>
int i,S;
for (i=1;i<=100;i++)
system("PAUSE");
return 0;
S=10000 Pressione qualquer tecla para continuar.
Exemplo 4
Criar um programa em fluxograma convencional e Linguagem C que realiza a soma dos pares
a partir do número 2, até que soma seja menor ou igual a 120 (S≤120). Apresente quantos
números pares foram utilizados.
Solução:
A solução do problema resume-se à expressão:
S = 2 + 4 + 6 + 8 + K + 2N = ∑ 2i ≤120 Observar que o problema pede para definir o valor de N, ou seja, a quantidade de elementos
(números pares) que foram somados, sendo i = 1, 2, 3, ., N . Dessa forma não podemos
usar o laço contado for e a solução mais apropriada é o uso do laço condicional while.
Veja a solução computacional:
12a AULA - EXEMPLOS DE PROGRAMAS COM ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO while (S<=120)
printf("Para N=%d pares\n",i-2); system("PAUSE");
return 0;
Para N=10 pares Pressione qualquer tecla para continuar.
Notar que o valor de N será i-2, pois a variável i foi incrementada duas vezes, uma quando a
condição do laço ainda era Verdadeira e outra quando se tornou Falsa, conforme mostra a
tabela abaixo:
i
2i

No Exemplo 4 acima, fica evidente que não poderíamos utilizar o laço contado for pois
o valor de N deveria ser conhecido, obrigatoriamente.

Os exemplos da Aula 11 demonstram que nas aplicações do laço contado for
poderíamos utilizar o laço condicional while, ou seja, o while faz que o for faz.
O laço condicional while é mais apropriado que o laço contado for quando a
condição de término do laço ocorrer inesperadamente.

Ou seja, o laço condicional while possui mais recursos e aplicações que o laço contado for.
Veja os exemplos nas próximas notas de aulas.
12a AULA EXEMPLOS DE PROGRAMAS COM ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO

Source: http://www.engonline.fisp.br/1ano/computacao_engenharia/computacao2/profnilson/Aula12_EXEMPLOS_PROGRAMAS_ESTRUTURAS_REPETI%C3%87%C3%83O.pdf

Microsoft powerpoint - flyer_template_2012 mah edit [compatibility mode]

Chronic Daily Cannabis Smoking: Neuroadaptation, Residual Cannabinoid Excretion & Psychomotor Impairment Professor Dr. Dr. (h.c.) Marilyn A. Huestis Chief, Chemistry and Drug Metabolism Section, Intramural Research Program National Institute on Drug Abuse (NIDA), National Institutes of Health (NIH), Baltimore USA, and Adjunct Professor, School of Medicine, University of Maryland

Chemtrec agreement - global authorization v1.ii

2900 Fairview Park Dr • Falls Church VA • 22042-4513 • USA Tel: 800-262-8200 • +1 703-741-5500 • Fax: +1 703-741-6037 www.chemtrec.com CHEMTREC® Agreement – Global Authorization CHEMTREC Agreement – Global Authorization Version I.ii; January 1, 2014 I. GENERAL AGREEMENT - The American Chemistry Council (the “Council”) hereby agrees to provide the re

Copyright © 2010-2014 Pdf Physician Treatment